Histórico

O marco inspirador da Obra Calabriana ocorreu em uma noite do rigoroso inverno europeu, em Verona, na Itália, no ano de 1897, quando um menino maltratado pelos pais pediu abrigo na casa da família Calábria. João Calábria acolheu e passou a cuidar daquele menino. Foi o início de sua obra dedicada aos órfãos e abandonados (muitos conhecidos como limpadores de chaminés).
 
Em 1907, com ajuda de sua mãe, ingressou na primeira casa emprestada, com sete meninos. A partir daí a atividade se expandiu e, em 1932, nasceram os “Pobres Servos da Divina Providência”. Calábria desejou que a Obra fosse como uma grande família. Faleceu em 1954, mas a atividade expandiu-se pelo mundo, difundindo o espírito missionário daqueles que são capazes de “ir lá aonde ninguém vai; dispostos a tudo”, como era seu desejo.
 
1961 é o ano da chegada dos Pobres Servos ao Brasil, mais precisamente ao Rio Grande do Sul. A primeira atividade fundada foi o Centro de Educação Profissional São João Calábria, em 02 de janeiro de 1962, em Porto Alegre, na Estrada Aracaju, 650 – Bairro Vila Nova.