Nota oficial | Congregação Pobres Servos não apoia a legalização do aborto

Em sintonia com os valores e filosofia da Igreja Católica no mundo, o Calábria e CPIJ - que fazem parte da Congregação Pobres Servos da Divina Providência - não apoiam a descriminalização (legalização) do aborto.

Assim, ambas as Instituição sociais tomam como referência a nota oficial divulgada hoje pela Congregação Pobres Servos da Divina Providência sobre o respectivo tema, que pode ser conferida na íntegra no link https://drive.google.com/file/d/1GZ4NEo0Qr1FTN-oyH6CQPsSeYEVmDAjn/view?usp=sharing ou na descrição completa abaixo.

Porto Alegre, 10 de agosto de 2018.

"Eu vim para que todos tenham vida?"JO 10,10.

NOTA CONTRA A APROVAÇÃO DA DESCRIMINALIZAÇÃO DO ABORTO

A Congregação Pobres Servos da Divina Providência vem manifestar publicamente seu apoio à Igreja, à Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB, e a todo o povo de Deus na luta contra a aprovação de descriminalizar o aborto até a décima segunda semana de gestação.

Assim como Jesus fez, queremos defender a vida desde a concepção até a morte natural, pois ela é um bem precioso que está acima de qualquer vontade ou desejo de pessoas, pois é um dom de Deus e só a Ele cabe determinar o início e o fim deste ciclo.

Como Igreja Católica defendemos a "integralidade, inviolabilidade e dignidade da vida humana, desde a suaconcepção até a morte natural. Condenando, assim, todas e quaisquer iniciativas que pretendam legalizar o aborto no Brasil" (Nota daCNBB).

Jesus veio para dar vida em abundância a todos. Não cabe às pessoas e a nenhuma instituição determinarquanto ao início e o fim da mesma, pois o próprio Filho de Deus doou-se totalmente para que esta seja plenificada já aqui na terra, rumo ao céu.

Manifestamos apoio a todasas entidades e pessoas que junto com a Igreja lutam por estes inocentese indefesos que tem o direito de nascer e se desenvolver em condições dignas até o fim natural.

São João Calábria, nosso fundador, Maria Santíssima, Mãe de todos, interceda pela vida e por aqueles que lutam por ela! Pe. Gilberto Bertolini

P/ Conselho de Delegação