Calábria visita Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte de Porto Alegre

Na manhã do dia 28, representantes do Centro de Educação Profissional São João Calábria e do Centro de Promoção da Infância e da Juventude (CPIJ) realizaram visita técnica à Secretaria de Desenvolvimento Social e Esporte de Porto Alegre.

No encontro, o diretor administrativo da pasta, Celso Piaseski, acolheu o grupo de colaboradores da instituição e partilhou mecanismos para  captação de recursos com o objetivo de promover diversas atividades esportivas nas Casas calabrianas, com foco no karatê

Segundo o educador da oficina de karatê do CPIJ na Restinga, Charles Milczarek, a concretização de parcerias para promover o esporte na comunidade transcende o aspecto profissional e figura entre seus maiores sonhos. "Quero conseguir realizar o sonho de ter gratuidade para todos os educandos participarem das competições de karatê. E termos a chance de mostrar ainda mais força no esporte. Quem sabe até chegar a uma Olímpiada", confessou Charles, que é 4° Dan da modalidade.

Celso Piaseski, é, ainda, presidente da Federação Gaúcha de Karatê (FGK). A ação do Calábria e CPIJ faz parte de uma série de iniciativas institucionais que visam captar recursos e parceiros para projetar ainda mais as atividades esportivas realizadas em ambas instituições.

O Karatê na Restinga

As oficinas de Karatê começaram em agosto de 2003 no Centro de Promoção da Infância e da juventude (CPIJ). Ao final daquele ano, 86 educandos participaram do primeiro exame de faixa da instituição, quando os beneficiários obtiveram a faixa amarela.

Dentre esses 86 alunos pioneiros, estavam Gislaina Capeletti, Amanda Marques Durant, Sabrina Bacedo e Leonardo Silveira. Hoje, Todos são professores de Karatê.  Gislaina, atualmente, inclusive, é coordenadora de projetos sociais no CPIJ. O impacto social do esporte na vida da comunidade transcende o Karatê e abre portas para diversas outras atividades profissionais e projetos de vida.

Sobre o Calábria

O Centro de Educação Profissional São João Calábria foi fundado em 02 de janeiro de 1962, em Porto Alegre. O início da atividade marca a chegada dos Pobres Servos da Divina Providência no Brasil.

A instituição atende centenas de jovens todos os anos, executando diversos projetos em parceria com empresas do setor privado e órgãos da administração pública, como FASC e SMED. O Calábria visa atender, ainda, a lei 10.097/2000, que prevê a inserção de jovens no mercado de trabalho.